0

CLA não é LA - suplemento para emagrecer e ganho de massa - Proibição da ANVISA








Imagine você entrando em um estabelecimento e você pede uma água mineral. O vendedor fala que água mineral não tem porém, tem água oxigenada, e aí, serve? Falando em fórmula química, são bem parecias: H2O para água e H2O2 para o peróxido de hidrogênio.
O mesmo acontece com o CLA ácido linoléico conjugado e LA o ácido linoléico. Possuem fórmulas químicas semelhantes mas, não são a mesma coisa. O CLA possui em sua forma isômeros do LA, porém o LA não contém CLA. Hoje, com a proibição do CLA pela ANVISA, o LA está sendo vendido como substituto do CLA e o CLA era vendido como LA, alegando nas embalagens "fonte de ômega 6, de óleo de cártamo ou LA" . Porém, caros leitores isso não é verdade. Alegar que CLA é ômega 6 ou LA porque possui em sua fórmula isômeros semelhantes, visto que o LA é usado como matéria prima para fabricar o CLA e não retirado de suas fontes naturais como a gordura da carne e do leite. Mas vimos no exemplo da água que acrescentar um oxigênio na fórmula H2O muda completamente a substância química. Nas prómixas fotos, saiba o que é o CLA e o porque de tanta confusão com o LA e o que a ANVISA alega. 



CLA é vendido no exterior com a promessa de queimar gordura e aumentar a massa magra. Indo direto ao ponto sem muito blá blá blá. Em geral o que as pesquisas (BLANKSON, 2000) mostram (entenda que pesquisas possuem inúmeras variáveis e que nem sempre são 100%) é que o CLA é capaz de diminuir a gordura corporal em doses de 3g ao dia em obesos. Em pessoas com o peso na faixa, o CLA não foi eficiente. E nada se provou com o aumento da massa magra. Já os efeitos adversos podem ser aumento da resistência insulínicaaumento da glicose, insulina de jejum entre outros. 

CLA X LA

O LA é matéria prima para a fabricação de CLA que é comercializado. Esse processo se dá por uma isomerização específica. Os isômeros principais em questão é C18:2 c9T11 (chamaremos de X) C18:2 t10c12 (chamaremos de Y). O CLA encontrado nas fontes naturais como gordura da carne e gordura do leite possui em quantidades insignificantes de Y, é formado na maioria de X. Já no CLA fabricado possui 40% de X e 40% de Y na sua formação. Além dessa diferença, o CLA pela estrutura química, em todos os sistemas de nomenclaturas de ácidos graxos, é uma gordura TRANS e o LA é um graxo poli-insaturado. Então, não são a mesma coisa. Portanto, quando o vendedor da loja de suplementos,profissionais não informados disserem que o LA é a mesma coisa, você já sabe que não. Na próxima foto, o que alega a ANVISA.


A ANVISA proibiu a venda de CLA no Brasil (não quero entrar nas questões políticas da ANVISA vamos apenas ter conhecimento do que ela alega). O que a agência alega: sempre a mesma coisa, não há bases suficientes para provar o efeito que o suplemento alega. Além disso ela quer que a empresa possa provar o não risco da suplementação, que é um alimento que será usada acima do padrão alimentar dos brasileiros, além de outras exigências como processo de fabricação, composição química e entre outros.

Voltando para a química, a ANVISA não engoliu a questão do CLA ser vendido como LA e isso você já sabe porque. A outra questão é que, retirando do produto essa confusão de que CLA é ômega 6, teríamos ainda outro problema. Pesquisas mostram que os efeitos adversos que podem ser causados parece estar ligado ao isômero Y. E e e... quem lembra do que falei antes? 

Vamos lá... o Y em fontes naturais é quase insignificante porém... no CLA fabricado apartir do LA... esse Y é 40% da composição. Ai...lascou!!!!! 

Conheça as fontes principais de CLA e concentração em mg a cada 1g:

Carne bovina moída  4,3
Carne de cordeiro 5,6
Leite homogeneizado 5,5
Manteiga 4,7
Coalhada 4,6
Iogurte natural  4,8
Queijo mussarela 4,9
Cottage 4,5
0

Musculação, Suplementação e Cabelos

Não é possível realizar comentários no blog.

Oi meninas,

O tema de hoje é cabelos e algumas coisas que envolvem com o nosso estilo fitness. Dietas não ajustadas por períodos prolongados, suplementação, carência de algum nutriente, oleosidade, uso de esteróides, desbalanço hormonal, tudo isso pode afetar a saúde e a beleza dos cabelos.

Foto: Nicolas Godon

Como nutricionista, um dos primeiros sinais visíveis de desnutrição pode ser o aspecto dos cabelos além de tudo o nosso estilo fitness pode sim alterar para melhor ou para pior a estética da cabeleira.

Muito já se falou do aumento da oleosidade da pele e do couro cabeludo com o uso de suplementos alimentares, de fato isso pode ocorrer em algumas pessoas. A oleosidade do couro cabeludo faz com que os cabelos caiam mais rapidamente e não é nada bonito um cabelo com aquela raiz oleosa. O uso de esteróides agrava mais ainda o quadro citado da oleosidade da pele e podemos notar um verdadeiro estrago em algumas mulheres. O desequilíbrio hormonal seja pelo uso de esteróides ou não, seja ocasionado por qualquer outro evento também afeta a saúde do cabelo acentuando a queda.

O primeiro passo é ter uma alimentação adequada. Para quem sofre de queda de cabelos, falta de crescimento e quebradiços podem suplementar com produtos específícos - procure uma nutricionista para indicar os melhores do mercado.

Um deles e específico para o fortalecimento é o Innéov Nutri Care - produto da Nestle juntamenre com a L'oreal


Existem inúmeras outras opções e objetivos específicos como aumento do volume, fortalecimento das fibras, estimulação do crescimento. Cada caso é um caso!

Ainda falando dos cabelos, ao lavar usar shampoos anti caspa para a oleosidade pode ser uma solução para você também. Funciona muito bem comigo e melhor que qualquer outro shampoo indicado para cabelos oleosos. Outra dica é lavar sempre os cabelos, principalmente depois de um longo treino e que você suou horroreeeesss... a oleosidade vai fazer com que os cabelos caiam mais rapidamente. Se você lavar o cabelo à noite, seque com um secador (não necessariamente com calor) todo o couro cabeludo, não precisa secar o cabelo inteiro se não quiserem usar sempre um secador.

Inclua na sua dieta:

Principalmente proteínas
Cenoura e alimentos laranjas
Integrais
Feijão
Gengibre
Oleaginosas
Soja e derivados

Lara Sulianno - Jornalista
Atleta Figure IFBB
Estudante de Nutrição
Coordenadora da assessoria online Ooh la Lara!
Interessados: larasuliano@hotmail.com

0

Lara Sulianno no Brasileiro IFBB 2014

Algumas imagens do Brasileiro IFBB 2014

Minha colocação: 4 lugar


 

Fiquei muito feliz com o resultado que consegui ter nessa competição, principalmente em questão à contração abdominal. Eu não estava conseguindo segurar o abdominal e como sempre posei voltada para competições nos EUA, o meu coach na época, nada mais e nada menos que Darren Charles (google agora no nome dele rs) me ensinou a posa suavizando a linha do abdômen.

Aqui no Brasil, quando tem uma atleta com físico mais desenvolvido na categoria, ouço os aplausos como se fosse uma questão de quem é a mais musculosa... mas não é bem assim.... Mas de fato, precisava contrair a barriga e segurar os gomos na pose. No Mr. Rio eu não consegui e ainda posei com o "bucho" (desculpe o cearêz) para fora. Bem assim.... como se eu estivesse na sala da minha casa de blusão.

Foram 4 semanas de treino intenso de pose e treino de abdominal específico.

E o resultado no palco:


Vamo que vamo!!!

bjkas
0

Opções de Lanche Fitness Hipertrofia e Definição Muscular

Gente,

Dieta não tem segredo. Para toda refeição vale a regra básica: completa! Proteínas, carboidratos e gorduras boas.

Algumas opções de refeições e eu adoro!!!

Abacate com whey baunilha


Tapioca com claras, frutas secas (gosto no café da manhã também)



Aveia, claras e côco natural (amoooooo, toda hora, todo dia)!!


É isso!!!


Boa dieta também. :))))


0

Treino feminino para ombros

Oi gente,

Falando um pouco da minha preparação para o Brasileiro da IFBB 2014 e da minha trajetória como atleta Figure ou Bodyfitness, estou sem treinar pernas por muitas semanas. Pois a categoria exige um padrão internacional e não podemos ter pernas e glúteos grandes. Meu foco é: ombros marcados e costas definidas para superior. Então, durante 4 meses meu treino está praticamente:

Ombros 3x na semana
Costas 2x na semana
Panturrilhas 3x na semana
Abdominais 5-6x na semana
Aeróbicos 2x ao dia

Faço bicicleta muito raramente para manter o tônus da coxa.

Fotinha minha em OFF treinando bastante pernas e glúteos:

Agora fotinhas de hoje, treinando ombros e a 8 dias do Brasileiro IFBB:

Não reparem na minha cara de sono...

Essa academia está na estrada de Gramado - Canela - morei na Serra Gaúcha nos últimos meses. E hoje, nestas fotos, estavam fazendo 7 graus pela manhã e a academia não tem calefação...pasmem!!!!! Por um lado, estar no frio ajuda na queima de gordura já que o metabolismo basal é aumentado. E o mais legal é ver a fumaça saindo do nosso corpo, liberando calor (calorias) literalmente!

Treino feminino de ombro:

Desenvolvimento arnold na máquina 
3 x 10 (em cima)-10(em baixo)-10 (completa)

Elevação lateral de ombros com isometria escalonada 

3 x até o máximo
Como é isso?! primeira repetição, 1 segundo de isometria, na segunda, 2 segundos, na terceira, 3 segundos e por aí vai até o máximo.

Elevação frontal na corda com polia (na foto)
3 x máximo 

Elevação lateral inclinada
3 x 15

É isso meninas!

Bons Treinos.